Amarílis





Do orgulho em mérito de Apolo
Amo do Sol doar vida colorida
A cada semente ao solo em colo
Vejo do nascer na luz merecida

Igual Virgílio atento ao prodígio
Feito sentinela do casto verso
No ato virgiliano do ser idílio
O canto do poeta ao Universo

Em versos no pastoreio da Verdade
Rezo rosário em contas da emoção
Na crença em Comunhão da Trindade

Deixo do poema nascer de meio brando
Na alma livre presa ao coração
Da esperança no peito pulsando

Sinto da flor Amarílis em oração!


Ramoore

 

Meu Jardim        Copo de Leite

 

Página Principal
 

 

obs.

Amarílis


Também se chama flor-de-lis do Japão ou flor-de-lis de São Tiago.
Vende-se muitas vezes em vaso, com 3 flores, para relembrar a Santíssima Trindade.
A toda a espécie, dá-se o nome de Bella Donna.
Virgílio, o célebre poeta, deu o nome de Amaryllis a uma pastora, assim como Ovídio.

Lenda ligada à açucena
Nos mitos gregos, a amarilis está associada ao deus Apolo conhecido pelo seu orgulho