Seios Nus



Sem rebuscar das palavras ter anseios
Sinto de minhas mãos buscar ilusões
Andando em nuvens sentir do entremeio
Bordando da liga ir solta a emoção...

Sem fugir ao desafio dos fios soltos
Faço da linha no espaço do ponto
Libertando d’alma não preconceitos
Encontrando dos olhos doce encanto...

Sem rir em descaso do nu em dorso
Sinto da beleza não escondida
Andando e bordando em corso...

Sem chorar do horizonte não ser meu
Faço da paisagem linha sentida
Libertando e encontrando dos seios teus.



Ramoore

 

Voltar

 

Página Principal