COLCHA DE RETALHOS  2
(MANHÃ)
Hoje, mais um dia está no nascer
Acordei com as esperanças do sol,
Sentindo pulsar em anseios,o peito
Oprimido por uma noite má e solitária
(TARDE)
Hoje, mais um dia está no crescer,
Continuo buscando no calor do sol
O pulsar da vida, para  um peito
Sofrido de não ter você
(NOITE)
Hoje, mais um dia está no morrer
Deito, com as esperanças da lua,
Desnudando as estrelas, em peito descoberto,
Chego junto a mim, 
o travesseiro de quem não veio.


(UM PRESENTE)
Sabe! Hoje, ganhei um presente
Não faço anos, tampouco é data comemorativa
E eu, procurando versar em língua nativa,
Conto e desconto a prosa de alguém ausente.

 

 

Ramoore

 

Voltar

 

Página Principal