Colcha de retalhos 3
 
Nesta vida cheia de embaraços,
Procuro encontrar seu calor,
Entrelaçando-me em abraços,
Cheios de heresias em amor

Meu coração, é um deserto
Que o sol castiga abrasador,
Pois será sempre incerto,
Meu caminho sem amor.

Siga seu caminho e destino,
Pois, por Deus, é encaminhado
Todo ser, que em desatino
Procura com fé, o lugar a ser aninhado.

O amor, é para mim
Tudo, que a vida oferta
Infeliz de quem diz sim,
Sem saber, se a hora é certa.


Andei vagando em desatino
Procurando seu amor,
Confiando no destino,
Escondendo minha dor.


Se o amor em ti, existe
Porque, és tão triste,
Triste como o rouxinol
Que canta o mundo, aos raios do sol.
 

Ramoore

 

Voltar

 

Página Principal