Gladíolo

 



Entre a cruz e a espada na compreensão
De ter vida encontra o maior desafio
Em ser igual dividir da emoção
Ao bater do peito a perda em fio

Entre o ter e não compor da verdade
A guerra com sentidos nos prazeres
Prende ao coração na liberdade
Da escolha evitar do mal quereres

Segue a meada sem perder da ilusão
Ao criar de laços sem criar de embaraços
Deixa dos sentires nascer à união

Lembra da alma em palma sem temores
Não temas o sorriso feito ameaço
Colhe do Gladíolo o amor em cores!
 

Ramoore

 

Voltar

 

Página Principal