Quero te enlouquecer





Quero ser inundada pelo teu olhar ,
Ficar em teus braços que amparam,
Sentindo até vontade de chorar,
Sem me importar com o que reparam.
Sinto-te docemente me acalentar,
As horas com sensações passam,
E experimento o teu inebriante acariciar.
Tua loucura, das tristezas me consola,
E vivo naquele sonho só para te amar.
Na doçura nossos corpos se confundem
Quero te enlouquecer, viver, pecar!
Nossos corpos ansiosos a se enroscarem,
Mentes a se perderem na lucidez e calar,
Incessante tensão que se nos apodera,
Roupas pelo chão a se espalharem,
Corpos nus vibrando em frementes posições,
Os beijos alucinantes a tudo acompanhar,
No frêmito das línguas as se procurarem,
Num doce e estranho acariciar,
E os gemidos profundos a extravasarem.
Desejo os momentos de irresistível paixão,
Entrecortada desse fascinante prazer,
E aquela escura e deliciosa vibração
Para só tua figura sedutora entrever.

Vânia Moreira Diniz

 

Voltar

 

Página Principal