Alhures....



Perdi de meus caminhos nos passos teus
Laços desfeitos de nossas ilusões
Em marcas de mãos sem ver do adeus
No olhar vazio de quem deixa das razões

Do primeiro não ser o derradeiro
Nasce saudade de par afetivo
Com olhos de chorar um luzeiro
No brilho da perda fico passivo

Da alma em calma aqueço e esqueço
Junto ao peito preso na solidão
Sem temores me viro do avesso

E deixo do ontem partir a lembrança
Na paz de quem resguarda no coração
A espera do sorrir esperança!
 

Ramoore

 

Voltar

 

Página Principal